Introdução

O Memory B nasceu da visão que a corrupção é como uma doença virulenta, que contagia e se espalha rapidamente por tecidos saudáveis. Assim como acontece no sistema imunológico (de onde se emprestou o nome “Memory B”), todas as iniciativas de combate à corrupção devem ser executadas com presteza e demandam grande esforço e energia. O projeto Memory B foi criado para ajudar a trazer eficiência ao esforço dos profissionais dedicados a esta nobre e recompensadora missão, usando ferramentas computacionais para filtrar gigantescos volumes de dados e indicar a Promotores, Procuradores, Investigadores, Fiscais e Administradores quais indivíduos e quais transações são indicativas de fraudes.

A partir desta filtragem, esses profissionais podem, por exemplo:

  • Direcionar seus esforços para comprovar o que as ferramentas do Memory B apontaram, criando uma acusação formal a ser apresentada ao sistema de justiça;
  • Usar os relatórios preliminares do Memory B como pretexto para conseguir dados mais detalhados, que podem ser realimentados nas ferramentas para gerarem uma análise mais profunda;
  • Descobrir novos suspeitos cuja relação excusa com os investigados não é obvia numa análise manual, podendo estes serem usados em acordos de Delações Premiadas.

As ferramentas do Memory B também podem ajudar a apontar ineficiências, abusos de poder e possíveis desvios de conduta cuja culpabilidade seja difícil ou até mesmo impossível de se provar, mas que, ao serem evidenciadas ou tornadas públicas, podem:

  • Inibir os praticantes mal-intencionados na reincidência;
  • Servir de base ou justificativa para o redesenho criterioso de processos governamentais de modo a minimizar a ocorrência;
  • Servir como amparo para a criação de novas leis ou normas administrativas definindo limites ou criminalizando tais práticas.

Por fim, todas as ferramentas e softwares do Memory B têm por objetivo minimizar a ocorrência de práticas ou estratagemas que burlam o destino intencionado de recursos e impedir a propagação infecciosa da noção de que “A Corrupção Compensa”, presente quando não há punição para os culpados.

Para mais detalhes, veja a lista de Ferramentas do Memory B.

Além de serem utilizadas por agentes oficiais de investigação ou corregedoria do governo, as tecnologias e softwares do Memory B também estão disponíveis a cidadãos comuns nos países onde se implementou algumas das recomendações do órgão “Transparência Internacional”, em especial a liberação, de forma online e pública, de dados administrativos. Por esta razão, existem módulos do Memory B feitos para serem usados por instituições bem intencionadas que desejam tornar seus dados públicos, de forma online, segura e sem impactar nos recursos computacionais existentes. Veja Transparency Exporter.

Alimentação

O Memory B é capaz de utilizar um grande número de fontes de informação em suas análise e aplicar tecnologias no estado-da-arte do processamento de Big Data, realizando milhões de operações por segundo. Esta performance apresenta um diferencial significativo em relação às soluções caseiras desenvolvidas independentemente por cada um dos orgãos de corregedoria, fiscalização e investigação dos governos ao redor do mundo. O Memory B é, portanto, capaz de analisar diária e incrementalmente, em minutos ou horas, toda a população de pessoas (físicas e jurídicas) de um país, bem como todas as movimentações e registros por elas gerados. O poder tecnológico atual permite investigar tudo e todos – e não somente uma parcela filtrada ou estatística.

Sob o aspecto da segurança da informação, privacidade e segurança nacional, o Memory B pode ser executado On Premises, de modo que os dados sigilosos jamais saiam das fronteiras estipuladas pelos governos ou instituições.

Ao se investigar pessoas físicas e jurídicas sem vínculos com o governo, a princípio, muitas informações são confidenciais ou privadas e só podem ser disponibilizadas mediante autorização judicial ou acordo de cooperação permanente amparado pela lei.

Já para pessoas e empresas com vínculos com o governo, muitas informações estão obrigatoriamente disponíveis nos países que implantaram as leis de transparência.

O Memory B vem preparado para obter e processar os seguintes tipos de informação:

  • Informações Cadastrais / Qualificativas:
    • oficiais, de cidadãos e empresas;
    • não oficiais, de redes sociais;
    • vínculos societários.
  • Auto-declarações:
    • de rendimentos, de bens e dívidas;
  • Informações do sistema financeiro:
    • Listas de contas bancárias e investimentos;
    • Movimentações, saldos de contas e investimentos no sistema regulado;
    • Idem para o sistema não regulado (crypto moedas);
  • Outros registros:
    • de béns móveis e imóveis;
    • registros telefônicos e de mensagens;
  • Informações administrativas:
    • Dados sobre processos judiciais;
    • Discriminação das receitas;
    • Discriminação das despesas.

Dependendo da ferramenta, alguns são obrigatórios e outros opcionais. Por favor, consulte o Diagrama de Ferramentas para mais detalhes.

Contract Guard

Esta ferramenta funciona identificando possíveis relações financeiras danosas ao erário, originadas por empresas prestando serviços ao governo.

O objetivo é identificar acordos obscuros onde alguma autoridade (pessoa física) responsável pela contratação recebeu, está recebendo ou veio a receber recursos financeiros oriundos do estado, intermediados pelas empresas contratadas ou por pessoas ou empresas com conexões detectadas pela ferramenta, o que caracterizaria o esquema de “contratação mediante suborno” / “contratação mediante propina”.

Cruza informações sobre empresas prestando serviços ao governo e as receitas obtidas por administradores e funcionários públicos (incluindo os mesmos gráus de parentesco das pessoas politicamente expostas). Cruza também informações sobre transmissão de valores entre empresas com múltiplos gráus de relacionamento (terceiras, quartas, etc), que possam ter ligação com estas pessoas.

A ferramenta necessita, obrigatoriamente, das seguintes informações:

  • Listagem com a identificação das empresas prestadoras de serviço, valor total do contrato, prazo de prestação do serviço, e dados sobre os pagamentos realizados e a realizar – estas informações são garantidas pela “Lei da Transparência”;
  • Notas fiscais emitidas e recebidas por cada empresa. No mínimo, das empresas com contratos com o estado.

As seguintes informações opcionais podem revelar esquemas ainda mais complexos – ainda mais se informações do passado puderem ser recuperadas:

  • Acesso à lista de sócios das empresas com contratos com o estado. Melhor se a informação estiver disponível para todas as empresas existentes.
  • Alem do acesso à declaração de imposto de renda de administradores e funcionários públicos, acesso também às pessoas a ele relacionadas no mesmo gráu de parentesco tal qual definidos para pessoas politicamente expostas.
  • Acesso ao sigilo bancário e sigilo telefônico dos administradores e funcionários públicos. Nota: a ferramenta pode inferir a existência de relações pessoais também via redes sociais.

Person Auditor

Esta ferramenta é usada para detectar padrões de enriquecimento ilícito ou a existencia de fontes de renda não declaradas.

Analisa declaração de renda e bens móveis e imóveis de pessoas físicas (ou outras a ela relacionadas), notas fiscais emitidas e recebidas por pessoas jurídicas (cruzando informações das ferramentas Money Tracking e Relationship Finder) em busca de irregularidades, cruzando dados bancários e outras movimentações de valores ao longo do tempo.

A ferramenta necessita, obrigatoriamente, das seguintes informações:

  • Acesso à declaração de renda, bens e dívidas de pessoas físicas e jurídicas;
  • Acesso à lista de proprietários de bens móveis e imóveis;
  • Acesso à lista de contas bancárias e saldos de contas;

As seguintes informações opcionais podem revelar esquemas ainda mais complexos – ainda mais se informações do passado puderem ser recuperadas:

  • Além do saldo das contas bancárias, acesso também às movimentações bancárias.

Relationship Finder

Esta ferramenta é usada para detectar gráus de relacionamento entre pessoas (físicas e jurídicas), fornecendo as informações necessárias para que investigadores (ou outras ferramentas do Memory B) possam evidenciar eventuais caminhos encobertos percorridos por recursos financeiros.

Busca relações entre pessoas (físicas e júridicas) em qualquer distanciamento (gráu de conexão) podendo usar como fontes todas as informações disponíveis, como:

  • participação societária em empresas;
  • prestação de serviços (via notas fiscais, RPA, etc);
  • transferências Bancárias e empréstimos peer-to-peer;
  • compra e venda de imóveis e veículos;
  • transferências de multas de trânsito;
  • mensagens e ligações telefônicas;
  • co-participação em processos judiciais;
  • redes Sociais.

A ferramenta apresenta as conexões, evidenciando sua intensidade, usando um instrumento matemático chamado grafo (um tipo de diagrama).

Money Tracking

Esta ferramenta é usada para determinar o caminho que recursos financeiros percorrem na rede de relacionamentos entre pessoas físicas e jurídicas.

Atuando em conjunto com o Relationship Finder, analisa dados bancários e outras movimentações de valores, como pagamentos por empresas, investimentos regulados e não regulados (ex: cripto moedas), relatórios de empresas que negociam comodities móveis (ouro, joias, artes…), criando um grafo que evidencia os caminhos que os recursos financeiros percorrem, onde o peso das arestas evidencia a relação temporal entre os recebimentos e pagamentos, permitindo o estabelecimento de vínculos causais.

Magistracy Watch

Esta ferramenta é usada para evidenciar o comportamento de magistrados em processos judiciais e suas relações com os advogados das partes.

Com o objetivo de inibir esquemas de corrupção entre magistrados e advogados, esta ferramenta gera métricas a partir de processos jurídicos sob a responsabilidade de cada magistrado e os advogados das partes, relacionando informações como:

  • Métricas gerais por categoria de cada processo, valor da ação e tempo em cada etapa do processo jurídico;
  • Métricas individuais e conjuntas entre juizes e advogados, idem acima;
  • Métricas gerais, individuais e conjuntas sobre o resultado de cada processo;
  • Alertas sobre processos e etapas demasiadamente duradouras;
  • Alertas sobre possíveis procedimentos cíclicos.
  • Alertas de relação temporal entre o resultado de processos e dados da ferramenta Person Auditor.

Mulct Watch

Esta ferramenta é usada para evidenciar o comportamento de agentes oficiais que aplicam multas e outras punições financeiras.

Esta ferramenta evidencia possíveis esquemas de corrupção, abusos de poder ou excesso de flexibilização das punições ao relacionar os tipos, quantidade, dias, horários e locais de multas aplicadas por cada agente oficial.

As relações excusas são identificadas a partir de:

  • Grandes distanciamentos entre as médias dos agentes e o resultado de cada indivíduo;
  • Penalidades aplicadas em dias, horários e locais incompatíveis com a determinação e interesse do órgão.
  • Cruzamento de informações com a ferramenta Person Auditor.

Licenses & Permits Watch

Esta ferramenta é usada para evidenciar o comportamento de agentes oficiais que concedem direitos, benefícios ou permissões a pessoas físicas e jurídicas.

Realiza uma análise e produz relatórios similares à da ferramenta Mulct Watch, porém fazendo análises adicionais junto aos beneficiados, com o objetivo de identificar padrões e distanciamentos da média de cada agente oficial em relação aos direitos por ele concedidos e também correlacionando suas informações pessoais (e a dos beneficiados) obtidas a partir da ferramenta Person Auditor com as médias de seus colegas (e dos outros beneficiados).

Transparency Exporter

Esta ferramenta é usada para publicar informações administrativas em obediência às leis de transparência.

Esta ferramenta foi criada para ser utilizada por instituições bem intencionadas que desejam tornar seus dados públicos, de forma online, segura e sem impactar nos recursos computacionais existentes.

São disponibilizadas interfaces externas tanto para humanos (web sites) quanto para sistemas (API).

A aquisição de informações pode ser feita passivamente (ex: via upload de arquivos) ou ativamente (via conexão direta com bases de dados, intranets, etc).

Contato

Obrigado por sua mensagem.

Enviar outra mensagem…

Blog!

English , Español